top of page
  • Foto do escritorRenata Carvalho

COMO FOI A CAMPUS PARTY 2023

A 15ª edição bateu recorde de 25 mil campuseiros na Arena durante os seis dias de evento.


Aconteceu entre os dias 25 e 30 de julho, no Pavilhão de Exposições do Distrito Anhembi, em São Paulo, a 15ª edição da Campus Party Brasil, esse tradicional evento sobre tecnologia, empreendedorismo e ciências que reúne milhares de campuseiros de todo o Brasil. Ao todo foram mais de 100 mil pessoas que passaram pelo evento, dos quais 25 mil eram campuseiros e 5 mil adquiriram barracas, o que representou um grande sucesso de público.


“Estamos muito felizes com a participação do público na CPBR15 e endereçamos esse resultado à participação de centenas de comunidades que nos ajudaram a construir o conteúdo e a engajar o público presente.”, contou Tonico Novaes, CEO da Campus Party Brasil.

Na Arena, que é uma área fechada destinada às 25 mil pessoas que adquiriram ingresso, os campuseiros puderam usufruir de uma internet rápida e ter acesso a mais de 500 palestras e atividades. Tivemos Cid Cidoso (Não Salvo), Nyvi Estephan, Bruno Sartori, Isadora Basile, Ricardo Cappra dentre os destaques que passaram pelos palcos do evento.


Um dos destaques dessa área foi a Campus Party Fashion Tech, um espaço voltado à confecção e exposição de roupas feitas com acessórios tecnológicos. A competição contou com estudantes dos cursos de moda da Ebac e PUCSP.



Já a Área Open, que é uma área aberta e gratuita, apresentou diversas novidades que foram grandes atrações para o público em geral. A maior novidade foi o Printer Chef, que é a primeira competição gastronômica com alimentos bioimpressos em 3D do mundo. No estande rolaram competições nas quais os participantes criaram pratos utilizando alimentos feitos em uma impressora 3D. Uma verdadeira mistura entre culinária e tecnologia.


Também havia uma grande Arena Gamer chamada Campus Play, onde ocorreram diversas atividades, palestras e três campeonatos de eSports: League of Legends (vencedor time Amigos da Milaskay), Valorant (vencido pela equipe TecMack Esports) e CS:GO (vencedor grupo Thinking Ball).


A tradicional batalha de robôs organizada pela Robocore estava presente e contou com mais de 4 mil competidores de diversos países. Teve ainda uma exposição de videogames e jogos retrôs, disponíveis para serem jogados, que garantiu muita nostalgia aos que já jogaram na infância e espanto aos que não chegaram a conhecer na época.



O palco Metageek promoveu concursos de cosplay, bandas de trilhas sonoras de filmes, séries e animes, palestras com dubladores e influenciadores, muita cantoria no karaokê, entre diversas outras atividades.


Já no palco Fábrica de Empreendedores, o público teve acesso a diversas palestras com mais de 80 startups que mostraram suas evoluções e soluções tecnológicas para possíveis investidores. O objetivo é estimular o ecossistema de inovação, o empreendedorismo, a educação e tecnologia.


O espaço Campus Kids contou com uma curadoria do projeto Include, onde buscou aproximar crianças e adolescentes de comunidades carentes. Ao longo do evento, eles tiveram acesso a óculos de realidade virtual, robôs e a oportunidade de criarem seus próprios projetos, com o objetivo de inspirar maior criatividade e autoconfiança para se aventurarem no futuro da inovação.



Comparado com a edição do ano passado, a Campus Party deste ano estava infinitamente mais movimentada, com diversas coisas acontecendo em toda parte, 24h por dia. Agora, que venha logo a Campus Party Brasil 2024.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page